CLICK HERE FOR FREE BLOGGER TEMPLATES, LINK BUTTONS AND MORE! »


.

EDUCAÇÃO INFANTIL E EDUCAÇÃO CRISTÃ PARA CRIANÇAS



Você é muito importante!

                             

Participe do Blog Com a Gente

sábado, 28 de novembro de 2015

Mural das Raças - Dia da Consciência Negra no 4º Ano

Olá pessoal, como vocês estão??
Esse ano fui desafiada (de certa forma até por mim mesma) a dar aulas em uma turma do ensino fundamental. Uma professora da escola onde trabalho precisou sair em licença médica e me perguntaram se eu não queria ficar "o resto" do ano na turma. Entre o "vou" e o "não sei se vou" acabei indo, kkkkkk. Aceitei o desafio e estou desde o início de outubro na turma do 4º ano da minha escola. Confesso que é um senhor desafio, mas que estou gostando bastante. E esse foi um dos trabalhos que meus 42 novos alunos fizeram com muita criatividade na Semana da Consciência Negra. 

10 Alimentos Fundamentais Para as Crianças Comerem

Saiba também os nutrientes de cada um deles e como substituí-los
Por Fernanda Montano

OVO: Além de ser fonte de proteínas, é extremamente importante para a formação do cérebro. Comece oferecendo a gema cozida (um quarto, a partir dos 8 meses). A clara costuma ser recomendada depois do primeiro ano, porque pode causar reações alérgicas. Prefira o orgânico ou o caipira, por causa da quantidade de hormônios, e prepare cozido, mexido ou pochê.
Substitua por: uma colher (chá) de óleo de girassol, que fornece gorduras poli-insaturadas, ou uma porção de bife (meia unidade), se a ideia é alcançar a dose diária de proteínas.

SARDINHA: O peixe está repleto de cálcio e ômega 3. Auxilia na formação dos músculos e dos ossos, e ainda protege o coração. Para aproveitar tudo o que ele oferece, dê preferência às versões assada, cozida ou grelhada – enlatada também vale, embora seja mais calórica e tenha mais sódio.
Substitua por: atum ou salmão. A sardinha tem um gosto forte, não é toda criança que se acostuma.

IOGURTE: Eis outra boa fonte de proteínas e cálcio. Também garante o equilíbrio do trato gastrointestinal, importante para absorver os nutrientes corretamente.
Substitua por: leite e queijos magros fornecem quantidades equivalentes de nutrientes. Já as bactérias que fazem bem à flora você encontra no leite fermentado.

BRÓCOLIS: Ele tem compostos que ajudam a combater inflamações, fortalecer os ossos, manter o sistema nervoso saudável e auxiliar na digestão. Ofereça cozido ou no vapor. Se a criança não aceita bem o sabor, você pode colocar na sopa ou misturar com o arroz.
Substitua por: couve-flor, couve ou repolho.

ABACATE: A fruta ajuda na absorção de nutrientes, possui grande quantidade de antioxidantes, mantém o bom colesterol e fornece energia para garantir o pique.
Substitua por: castanha-do-pará ou de caju também têm as gorduras benéficas do abacate. Se for trocá-lo, não se esqueça de incluir uma fruta no lugar.

QUINUA: É um alimento de alto valor biológico, portanto, tem os aminoácidos essenciais que o nosso corpo precisa para funcionar. Beneficia o sistema nervoso, a manutenção muscular, a síntese de hormônios e a formação dos ossos. Pode acompanhar a salada, substituir o arroz ou ser batido com vitamina (farelo). Para os dois primeiros casos, basta cozinhar com água e sal (o ponto é macio e firme).
Substitua por: grãos como amaranto, aveia, milho, arroz, trigo e cevada.

ARROZ E FEIJÃO: A combinação é perfeita, pois um complementa o outro na questão dos aminoácidos. Além disso, o arroz, que é uma ótima fonte de energia, ajuda na absorção de todos os nutrientes do feijão, rico em ferro e vitaminas do complexo B.
Substitua por: purê de batata e lentilha.

CENOURA: Do grupo dos legumes, ela é rica em vitamina A, importante para saúde dos olhos e da pele. Para aproveitar o betacaroteno, sirva cozida e com azeite.
Substitua por: beterraba ou abobrinha.

CARNE: Além de fonte de proteínas, ela fornece diversos nutrientes importantes para o desenvolvimento da criança, como ferro e zinco. Evite prepará-la frita ou empanada.
Substitua por: filé de frango, peixe, ovo ou proteína vegetal, como grão-de-bico.

Fonte: Crescer

Menina Bonita do Laço de Fita - Dia da Consciência Negra no Infantil 3 - 2015 - Parte 2

Mural das Mãos - Dia da Consciência Negra no Infantil 3 - 2015 - Parte 1

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Feliz Dia da Bandeira!

De ontem. Infantil 3.
19 de Novembro
Dia da Bandeira!
E.E.B. José de Sousa Moura - Itapipoca-CE

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Atividade e/ou Mural Menina Bonita do Laço de Fita

Olá pessoas lindas!
Sugestão super fofa para quem vai trabalhar o Dia da Consciencia Negra usando a historinha da Menina Bonita do Laço de Fita.
Eu com certeza irei fazer essa e outras atividades!!
Beijocas da Jaque!

Fonte: Criança Arteira

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Primeira Formação Para Professores de Escola Bíblica Para Crianças

Olá pessoal, tudo bem com vocês??
Custei vir aqui falar sobre este dia, pois estava sem tempo nenhum de postar no blog. Mas enfim chegou o dia. E não tenho como fugir de falar que essa noite foi simplesmente coisa linda de Deus;  um verdadeiro presente!!! E eu estava mega feliz, não só pela noite em si, mas pelo fato de que, a semana que antecedeu esse dia foi de muita luta... Ah, o Senhor cuidou de tudo, inclusive de mim e eu O louvo e agradeço por isso...
Fui convidada, desde o ano passado (2014) fazer uma formação de professores de Educação Cristã em nossa igreja. Seria uma parceria do Ministério Infantil com o Departamento de Escola Bíblica. Comecei a trabalhar no material que seria utilizado e os dias e meses foram passando.
Até que o Senhor nos permitiu terminar e marcar a data desse dia tão esperando, principalmente por mim. 
Como já falei no início foi SIMPLESMENTE LINDO. E para minha surpresa o número de professores foi incrível (foto). Meu coração estava radiante. 
Deu tudo certo!
Oro para que o Espírito Santo de Deus use poderosamente cada tia que participou desse momento tão fantástico; que Ele coloque em cada uma delas um amor imenso pelas crianças e que elas desejem a salvação dos pequeninos!!
É um prazer imenso quando você é chamado(a) por Deus para fazer o trabalho Dele com as crianças.
Eu amo o Ministério Infantil!!
E você, a quem Deus tem chamado para essa obra maravilhosa, diga "Eis-me aqui Senhor", porque Ele se responsabilizará por tudo!! 

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Capa de Atividades Para Dia das Crianças

Olá meus amores, tudo bem com vocês??
Estou muitíssimo ausente do blog para postar novas coisas, mas voltarei aos poucos.
E como o Dia das Crianças está chegando trouxe uma capinha fofa para vocês. Provavelmente é essa que eu vou usar para as atividades dos meus pequenos esse mês.
Espero que vocês gostem!
Beijocas da Jaque!!!

Baixar capa

Fiquem com Deus!!

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Tia, Eu Tenho Medo de Jesus

Texto de Euriano Sales, retirado do site MVC

"Uma vez minha esposa estava ensinando na sala infantil de nossa igreja, quando uma criança disse à ela que tinha medo de Jesus. Esse medo tinha uma explicação, pois a mesma havia visto um ensaio de uma peça sobre a Páscoa e estava assustada com as marcas do sofrimento de Cristo.

Assim como aquela criança, existem várias outras pessoas – de diferentes idades – que têm medo de Jesus. Muitos têm medo que ele volte e que não estejam preparados para subir aos céus; têm medo de serem castigados pelos seus erros; têm medo de se aproximarem dEle e deixar tudo o que gostam de lado.

Isso acontece porque existe uma forma de se pregar o evangelho que espanta, é o evangelho do medo, no qual, por qualquer motivo, você pode perder sua salvação e ir para o fogo do inferno.

Esse evangelho escraviza as pessoas e não as deixam sentir o gostinho do amor de Deus, pois estão sempre preocupadas em seguir regras e costumes para não serem castigadas pelo Criador.

O medo do inferno é muito maior que o desejo de ir para o céu. Devido a isso, o medo de Jesus aumenta, pois nunca se sentem preparadas, porque não conseguem enxergar a salvação que lhes foi garantida.

O apóstolo Paulo nos fala em 1 Coríntios, capítulo 2, sobre as coisas que Deus tem nos dado gratuitamente, mas infelizmente muitas pessoas não entendem, pois só é possível entender através do Espírito Santo. Quando leio Paulo citando as sagradas escrituras e afirmando no versículo 9 – “Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam” – eu entendo que uma parte do povo cristão vive uma pseudo-conversão (convertidos à religião), ou vive como o povo de Corinto, citado por Paulo no capítulo 3 – sem maturidade, acostumados com leite e não conseguem se alimentar de uma comida mais forte.

Quando aceitamos Cristo como Senhor e Salvador, é dado a nós o intérprete da palavra de Deus, recebemos instantaneamente o Espírito Santo em nossas vidas e é o Espírito que nos ajuda a compreender o que vem de Deus quando estudamos a Sua palavra.

Os convertidos à religião, ou os bebês na fé não compreendem, pois vivem à mercê de um sacerdote para interpretar o que a Bíblia diz, e é dessa forma que surgem os absurdos da religião.

O cristão não pode ter medo do mundo, não pode viver em uma bolha, em um mundo particular onde só pode ter amizades com crentes, ouvir música de crente e achar que só porque é feito por crente vale. Quando Cristo orou por nós, foi muito direto ao dizer: “Não rogo que os tires do mundo, mas que os protejas do Maligno.” Jo 17:15

A igreja de Jesus não pode viver em uma bolha consumindo um produto chamado religião, deixando de cumprir o verdadeiro chamado ao qual fomos vocacionados. Precisamos salgar a terra, ter contato com a carne insossa, ser luz que está acima da mesa. Devemos proclamar Jesus tocando nas pessoas, amando e abraçando. Precisamos avançar sobre o inferno ao ponto das suas portas não prevalecerem e escancararem para a nossa entrada. (Mt 16:18)

Não seremos identificados como santos pelo o que vestimos, comemos ou bebemos, mas pela nossa forma de amar, pela nossa coragem e fé ao enfrentar as dificuldades, por nossa influência sobre o mundo, por nossa capacidade de perdoar a quem nos ofendeu e por nossa sensibilidade ao sentir a dor do outro, é assim que eu acredito, e agindo assim conseguiremos deixar de lado o medo de Jesus e sentir a alegria de estar com Ele e representá-lo."

segunda-feira, 13 de julho de 2015

4 Princípios Fundamentais para Líderes do Ministério infantil

Paixão, Atitude, Trabalho em Equipe e Honra

Paixão
“...qualquer coisa que eu faça, farei bem porque a faço para o Senhor, não para a aprovação dos outros.” (Col. 3:23)

A paixão produz Direção, Possibilidades e Mudança de vida
a. Direção - entusiasmo que nos impulsiona adiante, energia suficiente para cruzar a linha de chegada da realização.

b. Possibilidades – o apaixonado faz coisas de maneira diferente: supera as dificuldades buscando soluções criativas juntamente com a equipe; percebe o fracasso como um degrau para o sucesso, refaz constantemente seus alvos e os alcança por meio de perseverança; aceita desafios que a impulsiona para os limites da perseverança, compreende que “se não houver dor, não há valor”; aceita a disciplina de Deus como uma preciosa demonstração do Seu amor.

As duas maiores paixões de um líder do MC devem ser:
1.      Ver uma criança aceitar a Jesus e vê-la crescer em maturidade espiritual
2.      Liderar, encorajar e inspirar os professores.
c. Mudança de vida – a mudança de atitude produz compromisso.

Características de uma pessoa apaixonada:
·         Alegria e vigor – contagiam o ambiente. É ficar contente por fazer diferença no Reino, porque o que fazemos durará para sempre. “Quando você está bem próximo de Cristo, as coisas de Seu reino farão com que a paixão jorre em sua alma”.
·         Entusiasmo e expectativa – “ao ministrarmos para as crianças e para a nossa família, precisamos ser as pessoas mais entusiasmadas do mundo, porque estamos vivendo dentro do laço do amor, da graça e do poder de Deus”.
·         Resultados excepcionais – os resultados espirituais florescem em razão de sua paixão pelo ministério. As crianças se lembrarão de você como alguém cheio de paixão que as amava, as valorizava e as honrava. As crianças podem se esquecer das lições que você ensinou, mas se lembrarão de quem é você.

Venenos mortais contra a paixão:
·         Rotina – monotonia e falta de criatividade.
·         Frieza – gastar a maior parte do nosso tempo com pessoas apáticas.
·         Incerteza – precisamos estar fixos em um foco. Só começamos a progredir quando falamos sobre passos, planos específicos e horários específicos.
·         Vaguear – sem objetivos, você não tem em que se concentrar. Quando investimos essa paixão em objetivos específicos e trabalhamos neles com todas as nossas forças, uma dádiva de Deus, então se torna muito difícil desistirmos de nosso ministério.
·         Dureza – se você é líder, com certeza alguém não gostará de você. Portanto, não se preocupe com que os outros pensam a seu respeito. Algumas pessoas são como vitral: ou são apenas um vidro ou alguém que reflete a luz.

Três remédios edificantes:
1.      Associação contagiosa – aproxime-se de pessoas cheias de paixão;
2.      Orações sinceras – orar por paixão. Tiago 5:16 “A oração de um justo é poderosa e eficaz.”
3.      Lembretes diários de seus momentos decisivos – com esses lembretes ao nosso redor, podemos constantemente lembrar: “É por isso que estamos aqui” - grandes coisas fez o Senhor por nós. Esses lembretes marcam momentos que nos impulsionaram adiante!

Atitude
Nossa atitude determina nossa altitude. A atitude que você usa é a atitude que você escolhe e ela depende da sua capacidade de distinguir entre a resposta e a reação.

O que causa minha atitude a escorregar:
        Turbulência – nossa autoestima pode atravessar uma tempestade, devido a um corte brusco na igreja ou por um sentimento de baixa autoestima. Como você se vê? E como Deus a vê? Se nós esquecemos de manter os olhos em nosso valor, nosso preço eterno, como Deus o vê, nossas atitudes terão tendência para apontar o “nariz para baixo”.
        Paralisia – pessoas que não se veem como vencedoras são, com frequência, obcecadas por perder.
        Estressando-se – você pode estar usando energia demais. Sua atitude e desempenho podem realmente melhorar, se você reduzir sua velocidade. É preciso ter tempo para renovar-se e deleitar-se, ou seja, rejuvenescer.
        Voltas, voltas e voltas – as expectativas de vida menores, são as pequenas destruidoras de atitudes. Os líderes eficazes enfrentam dificuldade, desencorajamento e desapontamento. Tiago 1:2-4. Precisamos manter uma clara perspectiva de vida, uma clara perspectiva de nossas expectativas. Muitas vezes é preciso trocá-las, para abrir espaço necessário, para que as boas atitudes floresçam.

O que fazer quando sentir que sua atitude está para vacilar:

1. Olhe para cima – mantenha-se focado no que Deus está fazendo no Reino. (Col. 3: 2,3);
2. Desacelere: todos fazemos escolhas mais acertadas quando paramos por um momento; Alcance pessoas – que o seu foco seja ajudar os outros a alcançar o potencial que têm. A vida das crianças e dos membros de sua equipe serão renovadas, e as pessoas se sentirão encorajadas, simplesmente pelo fato de estar em contato com você.

A ATITUDE “INTERPRETA” SEU MUNDO.
Hoje, posso reclamar porque o tempo está chuvoso, ou posso agradecer porque a grama está sendo regada para mim.
Hoje, posso chorar porque as rosas têm espinhos, ou posso comemorar porque os espinhos têm rosas.
Hoje, posso lamentar a falta que sinto de meus amigos, ou posso embarcar alegremente em uma jornada para descobrir novos relacionamentos.
Hoje, posso murmurar porque tenho de ir para a escola, ou posso abrir minha mente e alimentá-la com novas e ricas gotas de conhecimento.
Hoje, posso ficar chateado porque tenho de limpar a casa, ou posso me sentir honrado porque o Senhor providenciou um abrigo para mim.
Tudo pode ser tirado de um homem, menos uma coisa – o direito de escolher sua atitude em qualquer circunstância; a escolha do seu próprio caminho.


Trabalho em Equipe
As equipes têm um potencial criativo maior do que os indivíduos. “Todos nós juntos somos mais inteligentes do que apenas um de nós”.

Características de uma equipe dinâmica:

        Cooperação – isso requer saber e apreciar histórias uns dos outros, manter contato físico, atitudes de dar e receber, para que a unidade se transforme na poderosa realidade de nossos relacionamentos práticos de trabalho. (Ler João 17:21)
        Flexibilidade – mudar para atender às necessidades. Flexibilidade para dar conta da demanda que lhe é requerida.
        Compromisso – os propósitos de evangelismo, comunhão, discipulado, serviço e adoração. Programas que ajudarão as crianças a crescer em profundidade, na caminhada espiritual.
        Lealdade - uma equipe pode fracassar porque algo discutido entre o grupo vazou para outras partes interessadas: a famosa fofoca. É muito difícil vencer a quebra de confiança entre os membros de uma equipe.
        Encorajamento - pessoas florescem sob o incentivo e murcham sob a crítica. Todas as vezes que apreciar algo em alguém ao seu lado, você está elevando seu valor, honrando essa pessoa, edificando a equipe e construindo o Reino. Ler I Tess. 5:11

Como cuidar das necessidades de manutenção de sua equipe:

  Deixe constantemente as expectativas bem claras – cada membro da equipe precisa sentir-se pertencente ao grupo e saber que seu papel é vital.
  Proporcione informações e treinamentos para habilidades de uma equipe.
  Abra espaço para compartilhar – não se preocupar apenas em desempenhar as tarefas, mas uns com os outros.
  Sempre dê ênfase à presença de Deus – iniciar cada encontro com uma oração. Desenvolver projetos de oração intercessora durante os encontros.

Honra

Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros. Romanos 12:10 (Bíblia Online – Almeida Corrigida e Revisada Fiel). O valor que atribuímos às pessoas faz toda a diferença em como as tratamos e como somos tratados por elas. A honra determina o sucesso do nosso ministério. Valorize as pessoas através de cartões de aniversário, agradecimentos, telefonemas, visitas, etc. Nossa própria imagem influencia significativamente nossa “imagem” das pessoas. Quando vemos outros da maneira como Deus os vê, passamos a tratá-los como Deus os trata também. Servir em uma atmosfera de respeito mútuo e encorajamento torna o ministério gostoso e digno de todo esforço.


JUTILA, Craig. 4 Princípios Fundamentais para Líderes de Ministério Infantil. São Paulo: Editora Vida, 2004.