CLICK HERE FOR FREE BLOGGER TEMPLATES, LINK BUTTONS AND MORE! »

Educação Infantil e Cristã



Ei, psiu...

                             

terça-feira, 29 de abril de 2014

As Sete Lições do Bambu

FOTO: Papel de Parede

Depois de uma grande tempestade, o menino que estava passando férias na casa do seu avô, o chamou para a varanda e falou:

Vovô corre aqui! Me explica como essa figueira, árvore frondosa e imensa, que precisava de quatro homens para balançar seu tronco se quebrou, caiu com o vento e com a chuva e este bambu que é tão fraco continua de pé?

Filho, o bambu permanece em pé porque teve a humildade de se curvar na hora da tempestade. A figueira quis enfrentar o vento. O bambu nos ensina sete coisas. Se você tiver a grandeza e a humildade dele, vai experimentar o triunfo da paz em seu coração.

A primeira lição que o bambu nos ensina, e a mais importante, é a humildade diante dos problemas, das dificuldades. Eu não me curvo diante do problema e da dificuldade, mas diante daquele, o único, o princípio da paz, aquele que me chama, que é o Senhor.

A segunda lição: o bambu cria raízes profundas. É muito difícil arrancar um bambu, pois o que ele tem para cima ele tem para baixo também. Você precisa aprofundar a cada dia suas raízes em Deus na oração.

A terceira lição: Você já viu um pé de bambu sozinho? Apenas quando é novo, mas antes de crescer ele permite que nasçam outros a seu lado (como no cooperativismo). Sabe que vai precisar deles. Eles estão sempre grudados uns nos outros, tanto que de longe parecem com uma árvore. Às vezes tentamos arrancar um bambu lá de dentro, cortamos e não conseguimos. Os animais mais frágeis vivem em bandos, para que desse modo se livrem dos predadores.

A quarta lição que o bambu nos ensina é não criar galhos. Como tem a meta no alto e vive em moita, comunidade, o bambu não se permite criar galhos. Nós perdemos muito tempo na vida tentando proteger nossos galhos, coisas insignificantes que damos um valor inestimável. Para ganhar, é preciso perder tudo aquilo que nos impede de subirmos suavemente.

A quinta lição é que o bambu é cheio de "nós" (e não de eu’s). Como ele é oco, sabe que, se crescesse sem nós, seria muito fraco. Os nós são os problemas e as dificuldades que superamos. Os nós são as pessoas que nos ajudam, aqueles que estão próximos e acabam sendo força nos momentos difíceis. Não devemos pedir a Deus que nos afaste dos problemas e dos sofrimentos. Eles são nossos melhores professores, se soubermos aprender com eles.

A sexta lição é que o bambu é oco, vazio de si mesmo. Enquanto não nos esvaziarmos de tudo aquilo que nos preenche, que rouba nosso tempo, que tira nossa paz, não seremos felizes. Ser oco significa estar pronto para ser cheio do Espírito Santo.

Por fim, a sétima lição que o bambu nos dá é que ele só cresce para o alto. Ele busca as coisas do Alto.

Autor Desconhecido

Porta Guloseimas com Potes Grandes de Shake


Oi amores? Como vocês estão hoje?
Olhando meus arquivos pessoais encontrei fotos das lembrancinhas do Dia das Crianças que fizemos na escola no ano de 2013. Usamos potes grandes de um conhecido produto vendido para o preparo de shakes de emagrecimento; minha colega usava o produto e guardava os potes que deram super certo como lembrancinha.
A decoração do pote é super simples de fazer e você pode enchê-lo com muitas guloseimas para a criançada!

Materiais:
  • TNT (tecido-não-tecido) na cor de sua preferência. Eu não tenho as dimensões do pedaço de tecido que usamos. Use o suficiente para cobrir todo o pote.
  • E.V.A. cor de pele, amarelo, marrom, laranja e preto para os bonecos; faça os cabelos de acordo com os cabelos de suas crianças. Só usamos amarelo porque era a única cor que tínhamos.
  • Fita decorativa ou de tecido para o laço.
  • Caneta para retro projetor na cor preta para os detalhes do rosto.
  • Sombra ou Blush para as bochechas.




MOLDE

segunda-feira, 28 de abril de 2014

A Cigarra e a Formiga - Personagens




MATERIAIS:
  • E.V.A. nas cores verde, branco, vermelho, rosa e preto.
  • Cola Quente.
  • Tinta acrílica na cor verde.
  • Pincel de cerdas macias.
  • Garrafa pet na cor verde.
  • Mata-moscas de plástico.
  • Bolas pequenas de isopor.
  • 20 cm de arame verde.
  • Caneta hidrográfica fina.
  • Papel Marrom.
  • Moldes.

PASSO A PASSO:
  1. Recorte as partes de EVA seguindo o molde. Cole.
  2. Pinte as bolas de isopor com a tinta verde. Deixe secar.
  3. Curve o arame ao meio e fixe as bolas de isopor.
  4. Desenhe as assas na garrafa plástica e recorte.
  5. Seguindo o molde, recorte a viola no papel marrom. Faça os detalhes com a caneta preta.
  6. Cole as partes da peça no mata-moscas, aplicando cola quente.


FONTE: Revista Professor Sassá

A Cigarra e a Formiga - Fábula

A Cigarra e a Formiga é uma das fábulas atribuídas a Esopo e recontada por Jean de La Fontaine. Conta a história de uma cigarra que canta durante o verão, enquanto a formiga trabalha acumulando provisões em seu formigueiro. No inverno, desamparada, a cigarra vai pedir abrigo à formiga. Esta pergunta o que a outra fez durante todo o verão.
"Eu cantei", responde a cigarra. "Então agora, dance", rebate a formiga, deixando-a do lado de fora.
FONTE: Wikipédia

Dizem que o autor desta história é Esopo, um escritor da Grécia Antiga que é considerado o inventor da fábula. A fábula é um gênero literário em que os animais têm características humanas. Eles falam e agem como pessoas. No final, tem sempre uma moral da história.

A história de "A cigarra e a formiga" foi recontada por Jean de La Fontaine (escritor francês que viveu no séc. XVII) assim:

Tendo a cigarra cantado durante o verão,
Apavorou-se com o frio do inverno
Sem mosca ou verme para se alimentar,
Com fome, foi ver a formiga, sua vizinha,
pedindo-lhe alguns grãos para aguentar
Até vir uma época mais quentinha!
- "Eu lhe pagarei", disse ela,
- "Antes do verão, palavra de animal,
Os juros e também o capital."
A formiga não gosta de emprestar,
É esse um de seus defeitos.
"O que você fazia no calor de outrora?"
Perguntou-lhe ela com certa esperteza.
- "Noite e dia, eu cantava no meu posto,
Sem querer dar-lhe desgosto."
- "Você cantava? Que beleza!
Pois, então, dance agora!"

A moral dessa história é que todas as ações geram consequências. Enquanto a cigarra se divertia, a formiguinha só trabalhava. Mas, no fim, o esforço da formiga é compensado pela fartura e a cigarra, que não se preparou, ficou sem ter o que comer.
FONTE: www.ebc.com.br

ATIVIDADES SOBRE A FÁBULA PARA COLORIR

A Cigarra e a Formiga - Imagens da Historinha Para Colorir

clicar para salvar e ampliar
BAIXAR IMAGENS EM PDF

sábado, 26 de abril de 2014

Presente de Aniversário - Bíblia de Recursos Para o Ministério com Crianças

Oi meus queridos, tudo bem?
Hoje vim postar o presente que ganhei no meu aniversário, meio atrasado, mas o que vale é a intenção.
Há tempos eu desejava essa Bíblia pelo motivo de trabalhar com crianças também na igreja e por saber que ela traz inúmeros recursos para ajudar no evangelismo dos pequeninos.
Sugiro essa Bíblia a você que, como eu, faz parte do Ministério Infantil, seja na sua igreja ou comunidade.

Livro - E Foi Assim...

Oi amores, tudo bem?
Vim dar uma super dica de leitura para vocês.
Já conheço alguns detalhes do testemunho de vida da Fernanda Brum. Eu queria muito o livro e esse mês consegui comprar.. 
Super indicoDeus abençoe!
__________________________________________________
MEU CONCEITO SOBRE O LIVRO:
(     ) Mais ou menos
(     ) Bom
(     ) Ótimo
( ✔ ) Excelente
O que fazer quando você é golpeado pela vida de forma muito cruel?
De repente, a família dos sonhos se encontra em pedaços, e relacionamentos cada vez mais conturbados passam a compor a música do seu coração. E, quando menos se espera seus maus hábitos – antes raros, usados para diversão ou para fuga – tornam-se vícios arraigados.
Será que há alguma solução para recuperar alguém desacreditado da vida? Algo que não produza somente um efeito anestésico?
Há alguma decisão a ser tomada para que, de fato, as marcas mais profundas e doloridas se transformem em música para os ouvidos, a ponto de uma pessoa passar a ser como um “bom perfume” – exalando paz, cura e fé para quem a seguir?
Nesse livro, a cantora e pastora Fernanda Brum expõe, sem rodeios, as próprias experiências de vida para que você saiba que a resposta para as perguntas acima é “Sim”.
Aceite o desafio! Abra seu coração e mergulhe nessa história” Você ficará surpreso com o que pode acontecer na vida de quem entrega o coração a Deus!

- Autora: Fernanda Brum
- Formato: 16x21
___________________________________________________________________
Fiquem com Deus

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Relógio Missionário de Oração

Ensinar às crianças a amarem o trabalho missionário tem sido um dos meus objetivos enquanto professora no Ministério Infantil. Além de orar pelos países dos cristãos perseguidos eles também levam informações para casa e compartilham com seus pais. 
Vamos ensinar nossas crianças a interceder por nossos irmãos.
Abaixo um relógio de oração para você utilizar com suas crianças na igreja.

FONTE: Revista Portas Abertas




VISITE O SITE DO MINISTÉRIO

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Molde de Letras 5

Oi pessoas lindas, como vocês estão??
Vim postar mais uns moldes de letrinhas que sempre uso; essas são bacaninhas.
É só baixar o arquivo em PDF.
Espero que gostem!! Abraço!

BAIXAR AQUI

sexta-feira, 18 de abril de 2014

A Lição do Fogo


Paulo Lacava
~~~~~~~~~~~~~~~
Um membro, que regularmente frequentava um determinado grupo de estudos, sem nenhum aviso deixou de participar de suas atividades.
Após algumas semanas, o Mestre daquele grupo decidiu visitá-lo.
Era uma noite muito fria.
O Mestre encontrou o homem em casa, sozinho, sentado diante da lareira, onde ardia um fogo brilhante e acolhedor.
Adivinhando a razão da visita, o homem deu as boas-vindas ao Mestre, conduziu-o a uma grande cadeira perto da lareira e ficou quieto, esperando.

No silêncio sério que se formara, apenas contemplavam a dança das chamas em torno das rachas de lenha, que ardiam.
Ao cabo de alguns minutos, o Mestre examinou as brasas que se formaram e cuidadosamente selecionou uma delas, a mais incandescente de todas, empurrando-a para o lado.
Voltou então a sentar-se, permanecendo silencioso e imóvel.

O anfitrião prestava atenção a tudo, fascinado e quieto.
Aos poucos a chama da brasa solitária diminuía, até que houve brilho momentâneo e seu fogo apagou-se de vez.
Em pouco tempo, o que antes era uma festa de calor e luz, agora não passava de um negro, frio e morto pedaço de carvão recoberto de uma espessa camada de fuligem acinzentada.
Nenhuma palavra tinha sido dita desde o protocolar cumprimento inicial entre os dois amigos.

O Mestre, antes de se preparar para sair, manipulou novamente o carvão frio e inútil, colocando-o de volta no meio do fogo.
Quase que imediatamente ele tornou a incandescer alimentado pela luz e calor dos carvões ardentes em torno dele.

Quando o Mestre alcançou a porta para partir, seu anfitrião disse:
- Obrigado. Por sua visita e pelo belíssimo sermão.
Estou voltando ao convívio do grupo.
Muito obrigado!

Aos membros de um grupo vale lembrar que eles fazem parte da chama e que longe do grupo eles perdem todo o brilho.
Aos Mestres e lideres vale lembrar que eles são responsáveis por manter acesa a chama de cada um e por promover a união entre todos os membros, para que o fogo seja realmente forte, eficaz e duradouro.

Recolhido no blog da Teresa Carneiro: http://matecarneiro.blogspot.com/

domingo, 13 de abril de 2014

Atividades Prontas - Aniversário da Cidade de Fortaleza (CE/Brasil) Ano 1

Parabéns FORTALEZA!!
288 anos!
ATIVIDADE 1
baixar AQUI*

ATIVIDADE 2
baixar AQUI*

*PARA BAIXAR AS ATIVIDADES VOCÊ PRECISA TER UMA CONTA NO SITE DO 4SHARED.

Fortaleza é um município brasileiro, capital do estado do Ceará. Pertence à mesorregião Metropolitana de Fortaleza e à microrregião de Fortaleza. A cidade desenvolveu-se às margens do riacho Pajeú, no nordeste do país, a 2.285 quilômetros de Brasília. Sua toponímia é uma alusão ao Forte Schoonenborch, construído pelos holandeses durante sua segunda permanência no local entre 1649 e 1654. O lema da cidade (presente em seu brasão) é a palavra em latim "Fortitudine", que em português significa: "força, valor, coragem".

Está localizada no litoral Atlântico, com 34 km de praias, a uma altitude média de 21 metros e é centro de um município de 313,8 km² de área e 2.551,806 habitantes, sendo a capital de maior densidade demográfica do país, com 7.815,7 hab/km². É a cidade mais populosa do Ceará, a quinta do Brasil e a 91ª mais populosa do mundo. A Região Metropolitana de Fortaleza possui 3.700,000 habitantes, sendo a sexta mais populosa do Brasil e a segunda do Nordeste.
BANDEIRA
BRASÃO

FONTE: Wikipédia

Leia mais sobre Fortaleza no Blog Fortaleza em Fotos e Fatos

Livro - Sete Necessidades Básicas da Criança

Olá amigos!
Dica de leitura indispensável para quem é pai, mãe, educador e psicólogo infantil.
___________________________________________________________
MEU CONCEITO SOBRE O LIVRO:
(     ) Mais ou menos
(     ) Bom
(     ) Ótimo
( ✔ ) Excelente


10 Coisas que um Autista Gostaria que Você Soubesse


1) Eu tenho autismo. Eu não sou somente “Autista”.
O meu autismo é só um aspecto do meu caráter. Não me define como pessoa. Você é uma pessoa com pensamentos, sentimentos e talentos. Ou você é somente gordo, magro, alto, baixo, míope. Talvez estas sejam algumas coisas que eu perceba quando conhecer você, mas isso não é necessariamente o que você é. Sendo um adulto, você tem algum controle de como se auto-define. Se quer excluir uma característica, pode se expressar de maneira diferente. Sendo criança eu ainda estou descobrindo. Nem você ou eu podemos saber do que eu sou capaz. Definir-me somente por uma característica, acaba-se correndo o risco de manter expectativas que serão pequenas para mim. E se eu sinto que você acha que não posso fazer algo, a minha resposta naturalmente será: Para que tentar?

2) A minha percepção sensorial é desordenada. 
Interação sensorial pode ser o aspecto mais difícil para se compreender o autismo. Quer dizer que sentidos ordinários como audição, olfato, paladar, toque, sensações que passam desapercebidas no seu dia a dia podem ser doloridas para mim. O ambiente em que eu vivo pode ser hostil para mim. Eu posso parecer distraído ou em outro planeta, mas eu só estou tentando me defender. Vou explicar o porquê uma simples ida ao mercado pode ser um inferno para mim: a minha audição pode ser muito sensível. Muitas pessoas podem estar falando ao mesmo tempo, música, anúncios, barulho da caixa registradora, celulares tocando, crianças chorando, pessoas tossindo, luzes fluorescentes. O meu cérebro não pode assimilar todas estas informações, provocando em mim uma perda de controle. O meu olfato pode ser muito sensível. O peixe que está à venda na peixaria não está fresco. A pessoa que está perto pode não ter tomado banho hoje. 
O bebê ao lado pode estar com uma fralda suja. O chão pode ter sido limpo com amônia. Eu não consigo separar os cheiros e começo a passar mal. Porque o meu sentido principal é o visual. Então, a visão pode ser o primeiro sentido a ser super-estimulado. A luz fluorescente não é somente muito brilhante, ela pisca e pode fazer um barulho. O quarto parece pulsar e isso machuca os meus olhos. Esta pulsação da luz cobre tudo e distorce o que estou vendo. O espaço parece estar sempre mudando. Eu vejo um brilho na janela, são muitas coisas para que eu consiga me concentrar. O ventilador, as pessoas andando de um lado para o outro… Tudo isso afeta os meus sentidos e agoraeu não sei onde o meu corpo está neste espaço.

3) Por favor, lembre de distinguir entre não poder (eu não quero fazer) e eu não posso (eu não consigo fazer). 
Receber e expressar a linguagem e vocabulário pode ser muito difícil para mim. Não é que eu não escute as frases. É que eu não te compreendo. Quando você me chama do outro lado do quarto, isto é o que eu escuto “BBBFFFZZZZSWERSRTDSRDTYFDYT João”. Ao invés disso, venha falar comigo diretamente com um vocabulário simples: “João, por favor, coloque o seu livro na estante. Está na hora de almoçar”. Isso me diz o que você quer que eu faça e o que vai acontecer depois. Assim é mais fácil para compreender.

4) Eu sou um “pensador concreto” (CONCRETE THINKER). 
O meu pensamento é concreto, não consigo fazer abstrações.Eu interpreto muito pouco o sentido oculto das palavras. É muito confuso para mim quando você diz “não enche o saco”, quando o que você quer dizer é “não me aborreça”. Não diga que “isso é moleza, é mamão com açúcar” quando não há nenhum mamão com açúcar por perto e o que você quer dizer é que isso é algo fácil de fazer. Gírias, piadas, duplas intenções, paráfrases, indiretas, sarcasmo eu não compreendo.

5) Por favor, tenha paciência com o meu vocabulário limitado. 
Dizer o que eu preciso é muito difícil para mim, quando não sei as palavras para descrever o que sinto. Posso estar com fome, frustrado, com medo e confuso, mas agora estas palavras estão além da minha capacidade do que eu possa expressar. Por isso, preste atenção na linguagem do meu corpo (retração, agitação ou outros sinais de que algo está errado). Por um outro lado, posso parecer como um pequeno professor ou um artista de cinema dizendo palavras acima da minha capacidade na minha idade. Na verdade, são palavras que eu memorizei do mundo ao meu redor para compensar a minha deficiência na linguagem. Porque eu sei exatamente o que é esperado de mim como resposta quando alguém fala comigo. As palavras difíceis que de vez em quando falo podem vir de livros, TV, ou até mesmo serem palavras de outras pessoas. Isto é chamado de ECOLALIA. Não consigo compreender o contexto das palavras que estou usando. Eu só sei que devo dizer alguma coisa.

6) Eu sou muito orientado visualmente porque a linguagem é muito difícil para mim. 
Por favor, me mostre como fazer alguma coisa ao invés de simplesmente me dizer. E, por favor, esteja preparado para me mostrar muitas vezes. Repetições consistentes me ajudam a aprender. Um esquema visual me ajuda durante o dia-a-dia. Alivia-me do stress de ter que lembrar o que vai acontecer. Ajuda-me a ter uma transição mais fácil entre uma atividade e outra. Ajuda-me a controlar o tempo, as minhas atividades e alcançar as suas expectativas. Eu não vou perder a necessidade de ter um esquema visual por estar crescendo. Mas o meu nível de representação pode mudar. Antes que eu possa ler, preciso de um esquema visual com fotografias ou desenhos simples. Com o meu crescimento, uma combinação de palavras e fotos podem me ajudar mais tarde a conhecer as palavras.

7) Por favor, preste atenção e diga o que eu posso fazer ao invés de só dizer o que eu não posso fazer. 
*Como qualquer outro ser humano não posso aprender em um ambiente onde sempre me sinta inútil, que há algo errado comigo e que preciso de “CONSERTO”. Para que tentar fazer alguma coisa nova quando sei que vou ser criticado? Construtivamente ou não é uma coisa que vou evitar. Procure o meu potencial e você vai encontrar muitos! Terei mais que uma maneira para fazer as coisas.

8) Por favor, me ajude com interações sociais. 
Parece que não quero brincar com as outras crianças no parque, mas algumas vezes simplesmente não sei como começar uma conversa ou entrar na brincadeira. Se você pode encorajar outras crianças a me convidarem a jogar futebol ou brincar com carrinhos, talvez eu fique muito feliz por ser incluído. Eu sou melhor em brincadeiras que tenham atividades com estrutura começo-meio-fim. Não sei como “LER” expressão facial, linguagem corporal ou emoções de outras pessoas. Agradeço se você me ensinar como devo responder socialmente. Exemplo: Se eu rir quando alguém cair do escorregador não é que eu ache engraçado. É que eu não sei como agir socialmente. Ensine-me a dizer: “você esta bem?”

9) Tente encontrar o que provoca a minha perda de controle. 
Perda de controle, “chilique”, birra, malcriação, escândalo, como você quiser chamar, eles são mais horríveis para mim do que para você. Eles acontecem porque um ou mais dos meus sentidos foi estimulado ao extremo. Se você conseguir descobrir o que causa a minha perda de controle, isso poderá ser prevenido – ou até evitado. Mantenha um diário de horas, lugares pessoas e atividades. Você encontrar uma seqüência pode parecer difícil no começo, mas, com certeza, vai conseguir. Tente lembrar que todo comportamento é uma forma de comunicação. Isso dirá a você o que as minhas palavras não podem dizer: como eu sinto o meu ambiente e o que está acontecendo dentro dele.

10) Se você é um membro da família me ame sem nenhuma condição. 
Elimine pensamentos como “Se ele pelo menos pudesse…” ou “Porque ele não pode…” Você não conseguiu atender a todas as expectativas que os seus pais tinham para você e você não gostaria de ser sempre lembrado disso. Eu não escolhi ser autista. Mas lembre-se que isto está acontecendo comigo e não com você. Sem a sua ajuda a minha chance de alcançar uma vida adulta digna será pequena. Com o seu suporte e guia, a possibilidade é maior do que você pensa. Eu prometo: EU VALHO A PENA. E, finalmente três palavras mágicas: Paciência, Paciência, Paciência. Ajuda a ver o meu autismo como uma habilidade diferente e não uma desabilidade. Olhe por cima do que você acha que seja uma limitação e veja o presente que o autismo me deu. Talvez seja verdade que eu não seja bom no contato olho no olho e conversas, mas você notou que eu não minto, roubo em jogos, fofoco com as colegas de classe ou julgo outras pessoas? É verdade que eu não vou ser um Ronaldinho “Fenômeno” do futebol. Mas, com a minha capacidade de prestar atenção e de concentração no que me interessa, eu posso ser o próximo Einstein, Mozart ou Van Gogh. Eles também tinham autismo. O que o futuro tem guardado para crianças autistas como eu, está no próprio futuro. Tudo que eu posso ser não vai acontecer sem você sendo a minha base. Pense sobre estas “regras” sociais e se elas não fazem sentido para mim, deixe de lado. Seja o meu protetor seja o meu amigo e nós vamos ver até onde eu posso ir.


“CONTO COM VOCÊ”
Fonte: Comunidade do orkut : Diário de Um Autista da Cláudia Marcelino.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

E Hoje, Mais Um Ano de Vida

DEUS, EM SUA INFINITA GRAÇA E MISERICÓRDIA, ME CONCEDEU MAIS UM ANO DE VIDA. QUE PRESENTE!!!!!! 
AMO MEU SENHOR!
29 ANINHOS!
Alguém quer bolo?
('u')