CLICK HERE FOR FREE BLOGGER TEMPLATES, LINK BUTTONS AND MORE! »


.

EDUCAÇÃO INFANTIL E EDUCAÇÃO CRISTÃ PARA CRIANÇAS



Você é muito importante!

                             

Participe do Blog Com a Gente

quinta-feira, 20 de março de 2014

Diário de Professora de Uma Criança Autista - Capítulo 1

Querido diário!
Me chamo Jaqueline, sou professora de crianças entre 2 e 3 anos; usarei você para algo muito especial. Vou registrar minha primeira experiência como professora de uma criança autista. 

Este ano promete; em minha sala, além de novas e muitas carinhas tenho também um novo desafio para minha experiência de pedagoga: uma criança pré-diagnosticada como autista.
Confesso, sem hipocrisia nenhuma, que não sei nada sobre o assunto e que nunca me interessei em saber. Até chegar o dia em que eu teria um aluno assim.
Esse dia chegou e me trouxe o Gustavo.
O Gustavo tem 2 anos e 7 meses e se mostrou 'diferente' das outras crianças. A primeira coisa que me chamou a atenção foi o fato de ele não me olhar nos olhos. Aliás, ele não olha ninguém nos olhos. 
Gosto desse contato olho no olho, significa 'estar atento a alguém' e as crianças precisam sentir que são importantes para nós e que nos interessamos por elas e pelo que dizem ou pensam. 
Fiquei meio que assustada com isso. "Uma criança que não olha pra mim? Isso é novidade!" pensei comigo mesma. Nem seu choro inconsolável me incomodou tanto como o fato de ele não 'encarar' comigo.
Até aí eu não sabia o motivo desse comportamento. Foi então que a mãe falou sobre o assunto com outra professora que trabalha na mesma sala que eu. Quando ela me repassou a notícia eu levei um baque.
Sim, me desesperei interiormente, psicologicamente, pois como já disse não sabia nada sobre o assunto e muito menos como lidar com a situação. Mas por fora eu estava calma e encarei como um novo desafio 'para meu currículo'. 
Foi então que me vieram várias perguntas e todas sem respostas significativas para iniciar um trabalho especial com ele, até porquê isso exigiria um planejamento específico, diferenciado e direcionado unicamente à ele.

Corri para a internet. Li bastante sobre o assunto. Postei sobre o mesmo algumas vezes no meu blog. Vi vídeos. Mas tudo isso não passa de teoria e mais teoria. Está na hora de vivenciar a prática. A vida real. Aprender com ele.
Esse é o primeiro ano do Gustavo na escola. Ele vai deixar sua casa todos os dias pela manhã para estar em um grupo de crianças e pessoas diferentes que ele ainda não conhece, nunca viu e que até então não faziam parte do seu dia-a-dia em casa. 
Mas eu acredito nos avanços. As dificuldades existem, mas não podem ser um obstáculo constante.
Tá bom! Tudo bem. Não sou uma expert, mas vou estudar o assunto. Vou pesquisar sempre que houver dúvidas. Vou errar (sim, vou errar muito), porque sou humana. Vou acertar e ficar mega feliz com qualquer minúsculo resultado.
Vai dar certo. 
Estou mais calma e mais animada.
Novos desafios são novas experiências e isso é algo muito positivo na vida da gente.
E eu vou registrar aqui, no meu diário, novas aprendizagens (do Gustavo e minhas também), novas descobertas, avanços, dificuldades etc.
Eu acredito que com uma boa dose de carinho as coisas podem sim dar muito certo!
Vamos com tudo! 
E que Deus nos abençoe e nos dê sabedoria! 



Jaqueline Tavares

GUSTAVO
2 anos e 7 meses



******

P.S.: Pedi a devida autorização dos pais do Gustavo para publicar sobre ele (texto e fotos) no meu blog e eles permitiram atenciosamente. 
Esse texto é de autoria minha baseado em experiências diárias; por favor colocar créditos (fonte e autoria) caso você queira mostrar em seu blog e/ou site.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para o Blog!